sábado, 7 de maio de 2011

Falta de personalidade!

Quando passei no vestibular para História, em 1997, eu tinha os cabelos longos e loiros, que chamavam a atenção pelos cachos. Um ano depois, ao mudar de curso, para jornalismo, cortei as madeixas completamente, ficando praticamente careca. Eu acreditava que as mudanças deveriam ser completas, radicais e acabei me decepcionando. Nunca fiquei tão feia em minha vida. Eu tentava me embelezar com brincos novos e roupas mais femininas, mas não deu jeito. Estava horrível! Acostumada a balançar os cabelos para todos os lados, agora me sentia vazia.
Na verdade, ao cortar os cabelos eu queria parecer com as apresentadoras de TV, e depois, essa atitude demonstrou que eu precisava crescer interiormente e não continuar uma adolescente que ainda precisa de um adulto bem-resolvido para copiar como exemplo. Fui me sentindo ridícula e envergonhada, ainda mais quando a sinceridade de algumas pessoas machucava ainda mais, dizendo que eu ficava muito melhor com as madeixas compridas.
De lá para cá mudei várias vezes de cabelo, mas nunca mais imitei alguém. Atualmente me sinto mais segura de mim, até mesmo para continuar como sempre fui. As mudanças externas são importantes, mas as internas, são muito mais poderosas. E é nelas que eu me apego hoje em dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários para os e-mails: carlaolharfeminista@gmail.com ou carlahumberto@yahoo.com.br

Beijos,

Carla Vilaça