sexta-feira, 16 de março de 2012

Dificuldades com a tecnologia!!!

Num caixa eletrônico de um supermecado, me compliquei com os números e quase travei meu cartão bancário. Eu precisava tirar dinheiro da minha conta e ficava nervosa, à medida em que a fila aumentava atrás de mim. Já havia desistido quando uma idosa, de uns 80 anos, me ofereceu ajuda. Após a operação bancária, ela sorriu e ironizou: "Quando tiver a minha idade você aprende"! Agradeci e pensei no quanto sou ignorante em questões tecnológicas.
E sempre foi assim. Nunca ambicionei aparelhos modernos para escrever ou me comunicar com alguém. Esse desinteresse e a dificuldade em entender tantos botões e teclas me fazem ser alvo de piadas entre meus sobrinhos: "Quê isso, tia Carla, cê é atrasada demais"! Enquanto isso, eu reparo que a tecnologia, se por um lado ajuda, por outro, atrapalha. O português, por exemplo, cada vez está mais machucado por abreviações usadas em sites de relacionamento. E isso eu me recuso a fazer! Escrever errado, mesmo que por brincadeira, vicia. Isso sem contar os erros ortográficos gritantes!
Meu primeiro celular foi adquirido dez anos depois de sua invenção.  A TV digital só entrou na minha casa no ano passado. Agora, acabo de comprar um laptop, mas ainda não me adaptei com o tamanho nem com as configurações dele. Por mais que eu tente, não consigo entender a linguagem do manual. Talvez eu precise novamente da ajuda daquela vovó: tão antiga e tão "antenada", ou quem sabe do meu sobrinho de cinco anos: tão jovem e tão entendido. Acho que parei no tempo. Ou, no mínimo, tenha outras coisas mais interessantes à fazer do que simplesmente adquirir equipamentos novos.

2 comentários:

  1. Eu também sou assim Carla. Comprei um celular Galaxy, daqueles que vc toca na tela e não me adaptei. Ele fica guardado o tempo todo, só sai da capinha para ouvir meus suspiros....kkkkkk Outro dia fui fazer um depósito no Bco Itaú e achando que deveria tocar na tela acabei disparando um som altíssimo e veio um aviso para eu usar o teclado. Fiquei com tanta vergonha que acabando o depósito saí depressa do banco, tão depressa que trombei na porta de vidro. kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. que legal, cristina. é um terror essa tecnologia, não é? quando penso que aprendi, surgem novidades e me deixam deslocada novamente. nascemos numa época em que a tecnologia nos impactava, hoje ela é tão comum que nos assusta. ah, cristina, vou escrever um texto baseado no que você me disse quando nos encontramos no fórum por causa da faculdade, lembra? eu estava tão deprimida e me lembro da frase que falou até hoje. beijos, até mais. com carinho, carla vilaça.

    ResponderExcluir

Comentários para os e-mails: carlaolharfeminista@gmail.com ou carlahumberto@yahoo.com.br

Beijos,

Carla Vilaça