quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Distraída demais para ouvir a sorte!

Dizem que a sorte bate na porta da gente apenas uma vez na vida. Mas, segundo o escritor George Bernard Shaw (1856-1950), ela bate várias vezes, porém, estamos muito ocupados com outras coisas para ouvir o seu chamado. E acho que ele tem razão. Há alguns anos, quando eu fazia teatro, fui até a TV Globo em Belo Horizonte, para saber se eu poderia atuar em novelas da emissora. Quando eu conversava com um funcionário da empresa, entrou na sala um produtor de telejornal que me convidou para fazer um teste para apresentadora. Ele insistiu, mas recusei o convite, pois estava interessada apenas em interpretação. Ele me deu um cartão, que não sei onde coloquei, e esqueci seu nome. Alguns anos depois, já desiludida com o teatro, entrei para a faculdade de jornalismo e procurei o produtor da TV, mas não o encontrei mais. E por muito tempo fiquei pensando na sorte que joguei fora.
E desperdicei outras oportunidades na vida, por medo de errar, embora eu seja ousada demais diante de algumas situações. Minha vida não segue uma linha pré programada. Não faço planos, apenas tento realizar desejos e me frustro algumas vezes, quando não consigo o que quero. E a depressão vem junto. Mas, nada que me impeça de tentar novamente. Foi assim com o teatro, com o jornalismo  com a moda, e com alguns relacionamentos amorosos.
Buscar coisas novas é sempre bom por trazer conhecimentos e experiências, por isso não me prendo a uma coisa apenas. A vida oferece muitas oportunidades, mas é preciso maturidade para aceitá-las. Além disso, existem muitas regras a serem seguidas e nossos sonhos são freados por elas, colocadas pela sociedade e também pela família. O medo da crítica, da reprovação, da ironia fazem "sossegar" os ânimos e destroem o cotidiano. Ao invés de arriscar, preferimos cumprir nossas obrigações. Até que algo dentro de nós, grita. É o momento, então, de sairmos das amarras do dia-a-dia, para buscar algo novo, que nos traga de volta, a vida. Esta, sim, cheia de entusiasmo pelos sonhos que ainda podem ser realizados!

2 comentários:

  1. Carla,
    Você tem muitos dons, siga seu instinto, não se decepcione fácil e não desista rápido, insista naquilo que desejas e dê tempo ao tempo, mais cedo ou mais tarde, você alcançará seu desejo! Você não é pessoa de cumprir obrigações sem prazer, precisa amar o que faz!Não é verdade?

    Beijos,
    Kátia Cardoso

    ResponderExcluir
  2. oi, katita, sempre tão gentil e 'prá cima'. Realmente sou assim mesmo, voce tem razão. A vida tem destas coisas e costumo não insistir muito naquilo que desejo. mas, prometo ouvir seus conselhos, já que são sempre muito bons. Te admiro demais e sigo seus blogs, que são ótimos. parabéns. grande beijo com muita admiração. carlitcha.

    ResponderExcluir

Comentários para os e-mails: carlaolharfeminista@gmail.com ou carlahumberto@yahoo.com.br

Beijos,

Carla Vilaça