quinta-feira, 2 de junho de 2011

Ela não merecia!

 Fama   Decadência




Cabelos loiros esvoaçantes, sorriso largo, dentes perfeitos, rosto quadrado, olhos verdes, corpo escultural. Tudo em Farrah Fawcett era de dar inveja. No auge da fama, sua beleza era copiada por milhares de mulheres em todo o mundo. E Farrah podia tudo, tinha os homens aos seus pés. No entanto, ela escolheu errado. Trocou o primeiro marido, o ator Lee Majors, que a venerava, pelo ator Ryan O'Neal, que, apesar de amá-la, a desrespeitava com traições absurdas, além de ser viciado em drogas. Se separaram quando ele viciou o filho do casal. E Farrah bem que tentou um terceiro relacionamento. Também não teve sorte. Mais jovem, o namorado a humilhava e a espancava, deixando marcas não só no rosto da atriz, mas na alma de quem nunca fora feliz com os homens. Alguns anos mais e Farrah virara um trapo humano. Os dentes já não eram os mesmos e as plásticas, mal-sucedidas, ajudaram a compor o visual decadente da atriz.
Doente, Farrah terminou o relacionamento conturbado e aceitou o ex-marido de volta. Os dois ficaram juntos até 2010, quando aos 62 anos, ela morreu de câncer, sem ter realizado o sonho de se casar no civil com Ryan. No leito de morte, ela recebeu o filho, acorrentado, para a despedida final. O jovem teria sido liberado pela Justiça e voltaria para a cadeia após o encontro com a mãe. Até no velório Farrah fora desrespeitada pelo ex-marido. Ryan paquerou com a própria filha, sem reconhecê-la. Disse depois que a confundiu com uma mulher da alta sociedade, já que estava de óculos escuros. Farrah não merecia isso!!!
Temos a ilusão de pensar que dinheiro e beleza trazem felicidade sempre. Mas, Farrah Fawcett é um exemplo de que tudo pode ser perdido em pouco tempo. Infelizmente, a vida não tem uma bula para que sigamos o caminho correto. Assim, evitaríamos desilusões e muitos sofrimentos. Antes de morrer, Farrah Fawcett se despediu dos funcionários, doou parte de sua fortuna a entidades que ajudam mulheres vítimas de violência e agradeceu, numa carta, o amor que recebeu dos parentes e amigos. Um parágrafo especial foi dedicado ao filho, Redmond. Farrah disse que amou ter sido mãe dele. A atriz de Hollywood, que teve o mundo a seus pés, foi ainda maior: se despediu da vida, sem lamentos. Uma elegância que condiz com tanta beleza!!!

2 comentários:

  1. "a vida não tem uma bula para que sigamos o caminho correto"... indico o livro de proverbios, que está na Bíblia.

    ResponderExcluir
  2. você tem razão, Pablo. Obrigada, vou ler, ok? abraços, agradeço a dica e a participação. Carla Vilaça

    ResponderExcluir

Comentários para os e-mails: carlaolharfeminista@gmail.com ou carlahumberto@yahoo.com.br

Beijos,

Carla Vilaça